Conheça a Região / Notícias Imobiliárias

BLITZ AUTUA 13 PSEUDOCORRETORES EM UM SÓ PLANTÃO DE VENDAS




Imagem

As novas tecnologias, sem dúvida, colocam à disposição do mundo todo uma gama de possibilidades de negócios e novas maneiras de se relacionar. Se por um lado a internet encurtou distâncias e agilizou a dinâmica de trabalho de muitos profissionais, por outro, há que se ponderar muito para que essa ferramenta não acabe, também, facilitando a atuação de fraudadores e criminosos virtuais.
Quando se trata do segmento imobiliário, todo cuidado é pouco, pois quem se utiliza da informática para comprar, alugar ou vender um imóvel pode, facilmente, ser vítima de um golpe, por conta da inexistência dessa casa ou apartamento, por possíveis falsificações de certidões e outros documentos e, ainda, por correr o risco de estar negociando por intermédio de um pseudocorretor.
Situação semelhante foi denunciada ao CRECISP, através do link ``Fale Direto com o Presidente``, disponível no site da entidade. A denúncia mencionava um plantão de vendas, onde pessoas sem o devido registro no CRECISP se passavam por corretores, atendendo possíveis clientes de maneira virtual. O denunciante comentava ainda que, para não serem vistos, em caso de uma fiscalização, esses pseudocorretores permaneciam em um local, cujo acesso era propositadamente dificultado.
Encaminhada ao Departamento de Fiscalização do CRECISP, a denúncia fez com que os agentes montassem uma estratégia para um flagrante, para constatar as irregularidades mencionadas. Foram destacados agentes de fiscalização do Conselho, que se encaminharam ao plantão.
A diligência, realizada no dia 5, pode constatar a veracidade da denúncia e a operação foi concluída com bastante êxito. Inicialmente, os agentes de fiscalização registraram a presença de 13 pessoas sem inscrição no Conselho, negociando imóveis e atendendo clientes através da internet. E o trabalho não terminou aí. No local, os agentes também encontraram 16 pessoas regulares, entre corretores e estagiários. No total, foram emitidos 43 documentos, sendo 13 autos de infração por exercício ilegal da profissão e 30 autos de constatação, o que obrigou os agentes do CRECISP a permanecerem no plantão durante todo o expediente.
``Estamos trabalhando diuturnamente para coibir a ação de pessoas não habilitadas no mercado imobiliário. É importante que a sociedade tome conhecimento desse trabalho realizado pelo nosso Departamento de Fiscalização e que não hesite em denunciar, sempre que se deparar com situações como essa. Imediatamente tomamos as providências necessárias e, com isso, conseguimos evitar muitos prejuízos à população``, comentou José Augusto Viana Neto, presidente do CRECISP.
Viana aproveitou para lembrar que, muito em breve, o Conselho estenderá suas ações de fiscalização à rede mundial de computadores. Já está em desenvolvimento uma ferramenta que funcionará como um robô virtual, fazendo buscas on line constantemente para detectar anúncios de imóveis sem o número do creci do responsável. ``Vamos vistoriar, especialmente, os portais que incentivam proprietários à venda direta, para que pseudocorretores não lancem mão desse recurso para enganar possíveis clientes.``
Além disso, o Portal Imobiliário do Conselho também está estabelecendo parcerias com as principais redes de imobiliárias do Estado, permitindo à sociedade o acesso a um número cada vez maior de anúncios, e a garantia de que todos os anunciantes são inscritos no CRECISP.
A intenção da entidade é, ainda, aproveitar do Dia Nacional do Corretor de Imóveis, em 27 de agosto, para apresentar aos inscritos o novo site do Conselho, que vem sendo reformulado, e detalhar essas boas ferramentas tecnológicas que poderão otimizar a rotina dos profissionais.

Publicado em 30/04/2019


Voltar
Entrar em contato via WhatsApp!